Choque de realidade (Criança, mas com problemas de gente grande)

 

 
Tratar criança nunca foi minha atividade preferida.
E nem foi por trauma. Tive colegas que, na clinica de Odontopediatria atenderam criOnças miniaturas de HeMan, e nunca mais viram um dente 75.
Eu, pelo contrário, tive uma experiência tranquila, mas optei por não atender crianças.
Tive sim um atendimento emblemático. Diríamos que foi um choque de realidade.
Era o ano de 1990, último ano da faculdade, fomos para a clínica de Odontopediatria e fizemos a triagem.
Recebi uma “pequena” paciente, da qual infelizmente não lembro o nome. Magrinha, miudinha, visivelmente desnutrida. Moradora dos arredores da faculdade, extremo sul da capital paulista.
Na anamnese a mãe disse que ela comia muito mal.
_De manhã, só uma “banda” de pão e um copo de leite com café.
Perguntada sobre o que gostava de comer, ela respondeu:
_Sopa.
Sugeri então a mãe que fizesse pra ela, na forma de sopa, tudo o que dava para os outros filhos (pq claro, ela tinha outros filhos).
Começamos o tratamento e a visão era triste. Com sete anos, todos os dentes posteriores decíduos eram cariados. Os que consegui salvar precisaram de endo e coroas de aço (ainda se faz coroa de aço?)
A garota era uma graça. Como estudava de manhã, e a clínica era as 8h da noite, sempre dormia na cadeira, e após o atendimento, espreguiçava e olhava ao redor com cara de : Onde estou???
Seu maior desejo, era crescer mais um pouco pra poder trabalhar como seu irmão.
– E o que faz o seu irmão,( claro que eu perguntei).
– “Tóma” conta de carro! Ahã!
Como era ano de copa do mundo 1990 e na Itália, o Brasil jogou uma tarde e nós fomos pra clínica depois.
O Brasil venceu a Escócia por 1×0 (segundo o Google) e o assunto na clínica era esse.
Daí tive com ela o seguinte diálogo:
-Vc viu o jogo? (Me pareceu uma pergunta besta. Todo mundo via a copa, né)
-Não tia.
-Pq, vc não gosta de futebol?
– Não tia, é que meu pai brigou com a minha mãe, foi embora e levou a TV!!!
-Ah ta…
(Que pai FDP vai embora e deixa os filhos sem TV? Ele claro, tinha visto o jogo).
O tratamento foi andando, e um dia, ela chegou com um sorriso no rosto e me disse:
-Tia, hoje eu comi arroz, feijão e carne na escola! E emendou: Agora posso comer, MEU DENTE NÃO DÓI MAIS!
E só então eu percebi que ela não comia, não por não gostar, mas por não conseguir.
Senti um misto de prazer e penúria. Como um ser tão novo e pequenino, podia  ter tanto problema na vida.
No dia 24/06/1990 o Brasil perdeu para a Argentina e foi desclassificado. Pelo menos ela não viu esta derrota.
Hoje ela deve estar com 29 anos. Espero que com todos os dentes e com uma vida mais feliz!
 
Anúncios
Published in: on 16 de junho de 2013 at 20:34  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://odontostalgia.wordpress.com/2013/06/16/choque-de-realidade-crianca-mas-com-problemas-de-gente-grande/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: