Diagnóstico por Imagem

Honestamente eu bem que tentei entender como se forma o Rx. Tentei.

Fisica não é exatamente o meu forte, mas convenhamos,  quem entende?

Como nasce o Rx? O elétron sai do pólo negativo, atinge um elétron do pólo positivo. No choque, o elétron atingido ganha energia e muda de órbita. Depois, ele volta para onde estava e libera energia na forma de Raio-X.

Então tá!!!

A questão é a evolução que esta descoberta trouxe pra a ciência, e particularmente a Odontologia.

Descoberto em 1885 pelo físico alemão Wilhelm Conrad Roentgen, a impressão de imagens em filmes, em tons de cinza, possibilitou a visão de órgãos e estruturas internas, antes inimagináveis.

Imagens mais claras para estruturas mais densas, como ossos e dentes, por exemplo ou menos claras e até quase transparentes para tecidos e pele.

Os aparelhos portáteis de rx, hj presente em todos os consultórios, eram artigo raro há poucos anos. Alguns colegas colocavam a palavra Rx em destaque, nas suas placas de localização.

Façam um exercício de imaginação.  Odontometria, perdas ósseas, análise cefalométrica, dentes inclusos, como ver a olho nú?

Da evolução surgiram o ultrassom, medicina nuclear, ressonância magnética, tomografias. O que seria da implantodontia sem ele?

Os serviços de radiologia, espalhados pelas cidades, fazem exames de imagem facilitando nossas vidas. Documentação ortodontica, Rx periapicais das arcadas, panorâmicos, tomografias; com a avaliação especializada do radiologista, que pra mim, é o cara mais feliz da Odontologia. Vê de tudo, mas não trata nada hehehe!

Apesar de todas as qualidades, este equipamento requer atenção especial.

A emissão de radiação não é concentrada, e o maior risco é a radiação secundária.

Paredes de alvenaria, biombos de chumbo, dosímetros, aventais plumbíferos, são algumas das exigências da Vigilância Sanitária que regulamenta o uso destes aparelhos.

Laudos Radiométricos fornecidos por empresas especializadas também são exigidos.

No dia a dia alguns cuidados devem ser observados.

Fazer tomadas radiográficas em numero reduzido ao necessário e guardar distância do cabeçote, que deve ser tanto maior quanto forem as exposições diárias. Tres metros já pode ser considerado seguro para o dia a dia.

O processamento das radiografias são simples e feitos em camaras escuras portáteis. Alguns minutos no revelador e fixador e a imagem aparece na frente dos nossos olhos como num passe de mágica.

Os Centros de Diagnósticos processam as imagens automaticamente e mais recentemente, os aparelhos evoluíram, captam as imagens e enviam para o computador que, IMPRIME a radiografia.

Segundo a querida Kellen do blog TevejoPorDentro, nunca mais roupas manchadas ou aquele cheiro horroroso nas mãos.

Apesar a segurança dos modernos aparelhos, a exposição demasiada aos Raios podem causar lesões celulares e morfológicas. Em crianças e mulheres grávidas, os cuidados devem ser redobrados. Rx somente se muito necessária.

De acordo com a história, a mulher de Roentgen faleceu de câncer causado pela grande exposição aos raios, visto que ele testava o invento na sua mão.

Pesquiasa : http://www.adorofisica.com.br/

Anúncios
Published in: on 26 de setembro de 2011 at 09:28  Comments (2)  

The URI to TrackBack this entry is: https://odontostalgia.wordpress.com/2011/09/26/diagnostico-por-imagem/trackback/

RSS feed for comments on this post.

2 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Adorei!
    Texto muito bem escrito, como tudo aqui no seu blog.
    Parabéns!
    bjsssssssssss

  2. […] O diagnóstico por imagem desde a época em que Röentgen fritou a própria esposa . –> Odontostalgia […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: